Arquivos do Blog

Novidades!!

Olá, meninas!!
O post de hoje é “vapt e vupt”, estou hiper enrolada com o meu trabalho, minha carreira na Mary Kay, um trabalho extra que eu peguei e alguns por menores na minha vida pessoal. Não é descaso com vocês, é que realmente não está dando tempo… 😦

Mas se tem novidades no universo dos esmaltes eu tenho que mostrar aqui!
E essa semana vi dois lançamentos de marcas que são velhas conhecidas…

A Colorama está lançando a coleção Forma em Cor. São 7 cores intensas, inspiradas nos tons primários e nas formas geométricas.

Como sempre o azul me conquistou de primeira, mesmo assim achei as cores bem comuns e nada de muito inspirador…


A Impala traz  a coleção Celebrate e suas 5 cores com efeito prismático. A divulgação diz, “Pigmentos especiais refletem nos tons dos esmaltes as cores do arco íris”. Na minha terra isso é definição de holográfico. #Será??

Se for vou querer o verdinho, com certeza!!
Ainda não encontrei um verdinho holográfico para chamar de meu e continuo sonhando com o Reclaim

E vocês curtiram a novidade??

Anúncios

Esmalte da semana!!

Semana passada abriu um sol lindo no Rio de Janeiro, ótimo! É hora de holografar!! =)

Resolvi estrear o Miranda da coleção VIP da Rivka e fiz uma filha única com Konad, pra ficar tudo lindo de morrer!

Quase morri do coração com o Miranda. O que que é isso, minha gente!!
Que esmalte lindo!! E nacional!!!! É muita alegria!! Rsrsrs

Sério, arrisco a dizer que esse é o holográfico mais lindo que eu já usei na vida, ele é perfeito! Fiquei come ele nas unhas o máximo que eu pude, infelizmente holográficos não duram muito.
Agora vou dar uma olhadinha com carinho no resto da coleção da Rivka porque acho que vou trazer mais uns desse pra casa! Amei!!

No anelar usei o Concret Jungle da Top Beauty, lindo, lindo, mas meio chatinho de usar, ele é bem ralinho e mancha que é uma beleza!! Usei umas 4 camadas para a cor ficar bonita, por outro lado não deu muito trabalho para secar, não deu bolinha, não ficou grosso. A durabilidade dele foi bem boa, os dedinhos holográficos estavam todos destruídos e ele ainda se mantinha integro. Gostei bastante!!
Mas para ficar melhor, carimbei com a plaquinha M71, que persigo há muito tempo. Esteve esgotada na loja virtual, nunca encontrava na Pink, mas finalmente ela veio morar comigo e achei essa estampa linda demais!!

Semana passada dei uma sumida do blog, mas já estou de volta!
Beijinhos e até logo!!

Desastre da semana!

Essa semana foi super borocochô =(

Comecei a semana super empolgada com o Hera, holográfico verde da Hits, mas a maldição persiste, é só você colocar aquele holográfico “bapho” nas unhas que o tempo fecha e o sol vai embora. =|
Sem sol, já falei, o holográfico é um esmalte comum, como outro qualquer. Portanto não tenho boas fotos para mostrar aqui…

Juro que ele é holográfico e fica lindo no sol =(

O Hera não durou muito, dois dias e já se via alguns lascadinhos, mesmo usando o truque da base fosca + top coat.
No anelar usei o Mabi da coleção Ti Ti Ti da Hits, esmalte lindo de morrer e a M63. Viciei em fazer as unhas assim, semana passada já tinha feito algo bem parecido, mas eu gostei tanto, tanto!!
Vou me controlar para não ficar repetitiva. Rsrsrs

Depois do Hera…
Bem, depois do Hera a semana foi tensa na vida pessoal, e acabei não fazendo as unhas.

E como sempre, quando isso acontece, aproveito para caprichar no tratamento, muito óleo de cravo e hidratação. Viram como fica tudo bonitinho mesmo sem tirar a cutícula!!? =)

Então, mas o que eu queria contar é que comprei o óleo de cravo da Vefic e achei ele bem menos fedido do que aquele da Casco Cavalo. Eu disse menos fedido, significa que ainda é bem fedido. O problema, é que a Vefic ainda é um caso sério, até onde eu sei, aqui no Rio o único lugar que tem os produtos da marca é a Casa da Manicura em Madureira, portanto a Casco Cavalo continua sendo a mais acessível.

Espero que todas tenhamos uma boa semana, espero que o sol volte a aparecer nesta cidade e espero ter mais novidades na semana que vem.

Beijinhos!! =)

Esmaltes da semana!

Olá, meninas!
Mais uma segunda-feira, essa semana está bem difícil pra mim, muita coisa acontecendo e mudando na minha vida. Vamos ver o que nos aguarda essa semana!

O primeiro esmalte que usei, ainda no final de semana passado, foi uma confusão de muitas coisas que eu queria usar, porque eu enlouqueci com o Azul Pavão da coleção nova da Impala, mas eu tenho um montão de coisas atrasadas para usar, então resolvi fazer uma filha única com o Festa da coleção da Sabrina Sato da Passe Nati e o Azul Pavão da coleção Impala disco da Impala, acabou dando tudo errado, achei o festa muito ralinho para usar sozinho e resolvi usar ele por cima do Azul Pavão, como já tinha colocado na cabeça que eu ia fazer uma filha única, usei o Imponente da Ludurana no anelar e o M64. No fim das contas gostei bastante!

Mas na terça eu fui à Madureira, na Casa da Manicura e trouxe pra casa dois holográficos da Hits, o Hermes e o Hera e fiquei em cólicas para usar um deles. Comecei pelo Hermes e acredito que muita gente vai estranhar minha escolha…

Clica na foto para ver todo o seu chrme...

Porque um nude?? Porque um clarinho?? Porque?? Porque? Porque?
Porque eu tinha verdadeira adoração pelo FYI da China Glaze! E nunca consegui compra-lo…
Quis tanto, tanto esse esmalte que quando eu vi que a Hits tinha lançado um nude holográfico não pensei duas vezes! E não me arrependo, ele é lindão e bem discreto! Para as meninas que não podem usar esmalte escuro por causa do trabalho ele é ótimo, até porque ele só se mostra todo lindo na luz do sol, em ambientes fechados ele é um esmalte quase comum.

Hermes em luz artificial

Ah, usei o Ouro Nude da Risqué por baixo para dar uma fechada na cor, ele é bem ralinho e sozinho precisaria de três camadas. Usei também o truque para o holográfico durar mais que vi no Passaneura. Uma camada de base matte + duas camadas de um extra brilho roxinho e depois o esmalte. Realmente faz muita diferença porque o Hermes esteve intacto na minha unha por uns 4 dias, e só descascou porque fiz faxina e aí ninguém resiste, né!!?

Por hoje é só!
Boa semana para todas!! =D

Kryptium + holográfico = :D

Prometi mostrar meus esmaltes atrasados enquanto não estou podendo me dedicar a nenhum post relevante, então, hj vou mostrar o resultado acidental de uma experiência frustrada – Rsrsrs.

Digo isso porque um dia desses inventei de fazer um top coat holográfico, e de cara já aviso que não deu certo, não sei porque, vi milhares de “receitinhas” mas o meu não deu certo. Mas no meio do caminho fiquei testando o top coat em umas unhas postiças que tenho aqui já coloridas com vários esmaltes diferentes e daí que para fazer uma comparação passei o meu Glitter Gal por cima do Kryptium, totalmente acidental, poderia ter sido qualquer outro esmalte, mas foi o Kryptium, logo ele, o esmalte renegado da coleção Quantum… Quando eu vi, o esmaltes estava lindão, acho que o efeito duochome deu um “tchan” no holográfico. Achei muito lindo!! Fiz a unha na hora!! Rsrs #aloka

Por tudo de bom que eu já mostrei aqui, peço  humildemente que não reparem nas cutículas ressecada!! O frio está acabando com a minha vida, tudo está ressecado, mãos, cutículas, lábios… Acho que vou me besuntar inteira de Bepantol!! Rsrs
Mas a gente deixa esse papo pra depois, no momento, apenas ignorem!!

Voltando ao esmalte, acho que a foto não fez jus, mas isso acontece! Na foto ele parece muito prateado, mas na verdade ele ficou bem mais verde, ficou um verdinho claro holográfico, lindinho de morrer!!
Mas tudo bem, eu sei que vocês não são loucas como eu e talvez não tenham um holográfico ou um duochrome, mas não é por isso que esse post não tem nada a ver com vocês. O principal que eu quero que vocês percebam e que as vezes aquele esmalte que vocês odiaram pode ganhar um glitter e ficar bacana, o esmalte matte com uma camada de extra brilho ganha outra cara. Detestou o esmalte novo que você comprou, joga um flocado em cima, inventa!! Lembram, eu fiz um post sobre isso no iniciozinho do blog, dá uma olhada lá! Como aprendemos com Lavoisier, nada se perde, tudo se transforma! =)

Sacudindo a poeira!

Depois de tudo que houve, chorei, esperneei, me culpei, mas não teve jeito, é aceitar e seguir em frente. Para alegrar a alma resolvi estrear o meu Glitter Gal. =D

Comprei o Silver com a Kátia do Brechó da KK e deu tudo certo na compra!
Me interessei por este esmalte porque ele é bem transparente e, para mim, serviria como um top coat holográfico. Isso não significa que ele não possa ser usado sozinho. Ok!?
Então vamos lá, o primeiro esmalte que eu quis “holografar” foi o Turquesa da Big Universo – Tenho um amor incondicional por este esmalte.

Turquesa (Big Universo) + Silver (Glitter Gal)

Senti uma diferença absurda entre o holográfico da Glitter Gal e o da China Glaze. Os dois brilham muito, e são bem holográficos, mas o da China Glaze é mais homogêneo, já o da Glitter Gal parece que são vários gliters bem fininhos, mas forma prisma direitinho, e é bem bonito. Gosto de ter a opção de utiliza-lo como uma cobertura holográfica.

É isso, em breve teremos novidades. Já estou montando o passo-a-passo da Konad. Aguardem… =)

Cadê o holográfico que estava aqui??

Os esmaltes holográficos fizeram muito sucesso pelo mundo a fora, muita gente se jogou no Ebay para ter o seu, mas eu quis ser paciente e esperar pela versão nacional – É obvio que alguma marca nacional vai lançar o seu.

Bem, me dei mal. Me estrepei de verde e amarelo.
Duas marcas nacionais lançaram suas versões “holográfica”, a Sancion Angel e a Dote.

Holográficos Tupiniquim: Ariel e Scarlett da Sancion Angel e o Luxo da Dote

Sinceramente, os esmaltes da Sancion Angel são bem bonitos, mas não são holográficos. Os da Dote achei uma sacanagem, precisei de 4 camadas para aparecer alguma cor e também não é holográfico. Não entendo, nenhuma outra marca nacional se arriscou. Até surgiram alguns rumores de que a Big Universo lançaria, mas nada aconteceu. Totalmente frustrada resolvi fazer o que deveria ter feito há muitos tempo, corri para internet à procura deles e  me surpreendi ao descobrir que muitos tinham sido descontinuados. =O

Nas lojinhas nacionais que ainda tinham em estoque, estavam sendo vendidos há R$50,00 cada um, no Ebay a $25,00 por serem considerados raros. Tentei comprar uns holográficos turcos que eram vendidos numa loja da Bulgária que entrega no Brasil, uma coisa meio maluca, mas não rolou, falha de comunicação. Até que achei um vendedor no Mercado Livre que tinha um preço mediano num China Glaze. Nem era a minha cor favorita, mas era o que havia de acessível para mim, então acabei me jogando sem pensar duas vezes. Mas o preço eu não conto nem sobre tortura, até hoje foi o esmalte mais caro que eu comprei. =\

TTYL da China Glaze

Não me arrependo, juro! Isso sim é um holográfico de verdade, lindo com todas as suas cores. Amei demais!!  =)

Mas continuo sem entender porque não tivemos um holográfico tupiniquim decente…

%d blogueiros gostam disto: