Arquivos do Blog

A diferença entre o conceitual e o casual

Quando vejo alguém marretando isso ou aquilo mais que viram no ultimo desfile do São Paulo Fashion Week sempre penso nessa relação entre o conceitual e o casual. Eu encaro um desfile de moda como uma exposição de arte, a extravagância, o exagero, o estranho faz parte desse universo, a arte tem que causar alguma reação, e porque não até uma certa estranheza. É comum eu odiar determinada tendência até o terceiro olhar, o que parecia completamente esquisito já não incomoda tanto quando você passa a ver nas vitrines do shopping.

O trabalho das grandes grifes e confecções é transformar o conceitual em algo usável, em algo em que pagaríamos para ter.
Alguém pagaria pela tal bolsa bambolê da Chanel?? =S

Mas e se em vez desse elefante branco vocês encontrassem com algo tão criativo quanto, porem mais ajustado à realidade!!?

Vou falar por mim. Certamente eu pagaria pela mini bolsinha bambolê, achei um charme!! =)

Bolsa Bambolê Chanel – Oi?!?!

Oi, Meninas!

O SF está sempre antenado à alta costura e traz as novidades pra vocês!

Inclusive as mais loucas! rs

Olha a última do Karl Lagerfeld!

Gente, quem no mundo usaria esse trambolho, também conhecido como bolsa? rs

Quando questionado por um jornal, Karl explicou: “É para ir à praia. Você precisa de espaço para a toalha, não? E você também pode colocá-la na areia e pendurar coisas nela… coisas desse tipo”

A pergunta é: Será? rs

Fonte: Petiscos

%d blogueiros gostam disto: